Com talquinho no bumbum!

apenas mais uma...

Saudade da Lambada...

"humanité"

Por maior que seja o esforço em contar a história da humanidade, esta é tão extensa, complexa e recheada de detalhes que torna esta tarefa quase impossível. A proposta que aqui fica é a de contar essa história com imagens.
Para mim, a viagem ao longo do tempo foi tremendamente interessante por dois motivos: - Nunca encontrei um resumo tão bom - Julgo ser capaz de identificar quatro tendências que se repetem ciclicamente ao longo do tempo: Guerra, Mulheres, Sexo e Intrigas.
Será dos meus olhos?

Nossa evolução!!!!!!


Participe você também!









"AMAZÔNIA PARA SEMPRE", ajude nesta campanha!

CARTA ABERTA DE ARTISTAS BRASILEIROS SOBRE A DEVASTAÇÃO DA AMAZÔNIA

Acabamos de comemorar o menor desmatamento da Floresta Amazônica dos últimos três anos: 17 mil quilômetros quadrados. É quase a metade da Holanda. Da área total já desmatamos 16%, o equivalente a duas vezes a Alemanha e três Estados de São Paulo. Não há motivo para comemorações. A Amazônia não é o pulmão do mundo, mas presta serviços ambientais importantíssimos ao Brasil e ao Planeta. Essa vastidão verde que se estende por mais de cinco milhões de quilômetros quadrados é um lençol térmico engendrado pela natureza para que os raios solares não atinjam o solo, propiciando a vida da mais exuberante floresta da terra e auxiliando na regulação da temperatura do Planeta.

Depois de tombada na sua pujança, estuprada por madeireiros sem escrúpulos, ateiam fogo às suas vestes de esmeralda abrindo passagem aos forasteiros que a humilham ao semear capim e soja nas cinzas de castanheiras centenárias. Apesar do extraordinário esforço de implantarmos unidades de conservação como alternativas de desenvolvimento sustentável, a devastação continua. Mesmo depois do sangue de Chico Mendes ter selado o pacto de harmonia homem/natureza, entre seringueiros e indígenas, mesmo depois da aliança dos povos da floresta “pelo direito de manter nossas florestas em pé, porque delas dependemos para viver”, mesmo depois de inúmeras sagas cheias de heroísmo, morte e paixão pela Amazônia, a devastação continua.

Como no passado, enxergamos a Floresta como um obstáculo ao progresso, como área a ser vencida e conquistada. Um imenso estoque de terras a se tornarem pastos pouco produtivos, campos de soja e espécies vegetais para combustíveis alternativos ou então uma fonte inesgotável de madeira, peixe, ouro, minerais e energia elétrica. Continuamos um povo irresponsável. O desmatamento e o incêndio são o símbolo da nossa incapacidade de compreender a delicadeza e a instabilidade do ecossistema amazônico e como tratá-lo.

Um país que tem 165.000 km2 de área desflorestada, abandonada ou semi-abandonada, pode dobrar a sua produção de grãos sem a necessidade de derrubar uma única árvore. É urgente que nos tornemos responsáveis pelo gerenciamento do que resta dos nossos valiosos recursos naturais.

Portanto, a nosso ver, como único procedimento cabível para desacelerar os efeitos quase irreversíveis da devastação, segundo o que determina o § 4º, do Artigo 225 da Constituição Federal, onde se lê:

"A Floresta Amazônica é patrimônio nacional, e sua utilização far-se-á, na forma da lei, dentro de condições que assegurem a preservação do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos naturais".

Assim, deve-se implementar em níveis Federal, Estadual e Municipal A INTERRUPÇÃO IMEDIATA DO DESMATAMENTO DA FLORESTA AMAZÔNICA. JÁ!

É hora de enxergarmos nossas árvores como monumentos de nossa cultura e história.

SOMOS UM POVO DA FLORESTA!

Ajude! Apoie esta causa tbm!



Homenagem ao nosso querido amigo germanico... Hans... o alemão mais malandro... mais brasileiro que muito brasileiro..

Lembro de uma história dele...

Ele estava fazendo compras no "lidér" 24h qndo foi abordado por um cidadão que estava bastante interessado no autêntico alemão... O MALANDRO GERMANICO sacou tudo e quando o cidadão pediu o número do celular, ele logo informou com aquele sotaque... "olha, eu não gosto disso, mas tenho um amigo muito bonito que gosta..." então deu o telefone do Misael... um outro amigo nosso... horas depois, já em casa, Hans vê o Indio Misael chegar.. e não se conteve... "ei Misael, algum rapaz te ligou?"... e o indio .. "Meu irmão, me ligou um doido com um papo muito louco... acho q ele era viado! e mandei logo ele pra longe!"...
E ninguém conseguiu conter a risada....

e essa foi uma das malandragens do brasileiro germanico!

Sem contar que essa figura organizou uma festa de despedida dele mesmo, pois iria, no outro dia, voltar para sua terra natal! A festa foi muito boa... todos comeram, beberam... e se divertiram... e ele no maior affair....
no outro dia então... haviamos saido e voltamos um pouco tarde... ficamos tristes por não ter nos despedido do amigo... foi então que ele surgiu... "égua Hans... tu num ias viajar?" e ele.. "sim sim, mas meu vôo estava marcado pra ontem e eu não lembrava! ...mas não tem problema, depois dou um jeito!"... e esta frase pareceu bastante comum, se viesse de um brasileiro! ehehehhe!

grande abraço!

A Frase!


"No mundo atual está se investindo cinco vezes mais em remédios para virilidade masculina e silicone para mulheres do que na cura do Mal de Alzheimer. Daqui a alguns anos teremos velhas de seios grandes e velhos de pinto duro, mas eles não se lembrarão para que servem".


Dráuzio Varella

Congresso em Foco!

Franklin Martins, exclusivo: é hora de desintoxicar o debate
Indicado para comandar a área de comunicação do governo Lula, com status de ministro, o jornalista pretende contribuir para melhorar as relações com a imprensa, de modo a “desintoxicar o país e fazer com que ele consiga ter um debate político qualificado”. Leia mais

Oposição sinaliza com retomada das votações
Após duas semanas em obstrução, oposicionistas aceitam retomar votações desde que a Câmara envie dados sobre a CPI do Apagão Aéreo ao STF. Plenário pode votar reajuste de 26% para parlamentares. Leia

Fórum: ministério dos adversários e da gastança
O primeiro ministério de Lula, analisa Paulo Castelo Branco, foi o dos amigos. O segundo, dos adversários, contemplados com pastas e verbas que aumentarão os gastos a serem pagos pelo contribuinte. Leia

Água na fervura do bonde
Retomando o tema do patrocínio cultural, Márcia Denser diz que leis de incentivo não oferecem instrumentos contra o oportunismo. Leia

Após campanha de esquerda, Lula governa com a direita
A entrega da coordenação política a partidos conservadores sinaliza o afastamento do presidente das propostas defendidas por ele em sua campanha à reeleição, observa Antônio Augusto de Queiroz. Leia

Leia ainda:

Mensalão
Procurador-geral da República apresenta novas denúncias
Advogado-geral da União diz que Dirceu tem direito a reivindicar anistia

Parlamentares em descrédito
Cai a aprovação popular ao Congresso Nacional

Reforma ministerial
PR e PSB atrasam definição nos Transportes
Alfredo Nascimento é acusado de superfaturamento e fraudes
Aliados disputam, no segundo escalão, orçamento de R$ 6,2 bi

Gastos na Câmara
Troca de móveis da Casa custará R$ 900 mil

Gastos nos estados
Governador de MS suspende pensão de ex-governador petista

Lei de Biossegurança
Na primeira audiência pública de sua história, STF debaterá biossegurança

TV pública ou estatal?
Declarações de Hélio Costa irritam embaixador da Venezuela


Confira!

Brasil = Inglaterra ... comparação boa?


“Best-seller” tem origem inglesa. É um livro que é sucesso em livraria, vende muito e tem destaque na mídia. Pois é exatamente na Grã-Bretanha, segundo nos informa a tradicional BBC, que acaba de ser desenvolvida uma pesquisa inusitada: quais os “best-sellers” que não são lidos?”. São livros comprados, mas não lidos pelos compradores.
A pesquisa foi respondida por 4 mil pessoas. 55% dos entrevistados confessaram que compram livros simplesmente como enfeites. Outros 35% declararam que compram os livros, mas não conseguem lê-los por falta de tempo.Alguns resultados da enquete. Entre os livros mais vendidos e não lidos, chamam atenção, no meio dos 10 “best-sellers” menos lidos, os clássicos “Ulisses” (James Joyce), “Guerra e Paz” (Tolstoi) e “Crime e Castigo” (Dostoievski). Aparecem também livro de Harry Potter e “O Alquimista” do brasileiro Paulo Coelho.Pelos números e resultados anunciados, parece que, algumas vezes, “best-seller” serve mais para decoração do que para leitura. E isso - diga-se de passagem - não foi apurado no Brasil, mas sim na Grã-Bretanha.
Por sinal que, eu mesmo, tenho em minha mesa alguns livro que comprei e alguns que ganhei mas ainda não tive destreza suficiente para lê-los... e diga-se de passagem.. não são poucos.. uns 20 (mais ou menos!) dentre técnicos(administração), filosóficos, esotéricos, contos, além de ficção e história.Mas é claro que (não quanto eu queria) mas tenho lido bastante... coisas que eu pouco fazia como ler todo um jornal ou uma revista por inteiro... voltarei a fazer assinaturas de algumas revistas que contribuem para meu desenvolvimento... e prometo que voltarei a ler meus livros... continuar os que parei a leitura e iniciar novas... além, é claro, adquirir mais alguns!

Ursinho... ops! Celular de Dormir...!!

Quando eu acho que não existe mais nada para inventarem, surgem com algo mais estranho do que qualquer coisa que eu possa imaginar.
O travesseiro ao lado é o sonho de consumo dos preguiçosos de plantão.
Trata-se de um headset bluethooth que pode ser conectado ao seu celular para que você consiga conversar ainda dormindo (imagino a conversa), quando está dormindo ou acordando.
O travesseiro é produzido pela
Urban Tool.
Via:
Digital Drops

Bolacha Ensagüentada



Uma bolacha de chopp criada pela agência indiana Contract para o Departamento de Trânsito de Mumbai. Impressas com uma tinta invisível vermelha, que se revelava em contato com o copo molhado.

Diz o texto: "Só um lembrete: Dirigir alcoolizado mata."


Anorexi/Bulimi-Kontakt

Depois da discussão levantada pela campanha "Don't Die For a Diet" em relação aos sites pró ana (anorexia e bulimia), mais uma associação busca conscientizar sobre a doença. Desta vez, mostrando o lado psicológico de pessoas anoréxicas através de sua relação com o espelho.

Criada pela Grey de Estocolmo, a campanha vem da associação sueca Anorexi/Bulimi-Kontakt. Ao lado você vê a peça impressa e o filme que foi veiculado na MTV local.





Dr. Tiririca Trump e o jumento

Na vida real não é tão legal

DOCTOR

The Cardigans - Lovefool (live in London)

Dear, I fear we're facing a problem
You love me no longer, I know
And maybe there is nothing
That I can do to make you do
Mamma tells me I shouldn't bother
That I ought to stick to another man
A man that surely deserves me
But I think you do!
So I cry, and I pray, and I beg...
Love me, love me,
Say that you love me
Fool me, fool me,
Go on and fool me
Love me, love me,
Pretend that you love me
Leave me, leave me,
Just say that you need me
So I cry and I beg for you to...
Love me, love me,
Say that you love me
Leave me, leave me,
Just say that you need me
I can't care about anything but you...
Lately I have desperately pondered,
Spent my nights awake and I wonder
What I could have done in another way
To make you stay
Reason will not lead to solution
I will end up lost in confusion
I don't care if you really care
As long as you don't go
So I cry I pray and I beg...
Love me, love me,
Say that you love me
Fool me, fool me,
Go on and fool me
Love me, love me,
Pretend that you love me
Leave me, leave me,
Just say that you need me
So I cry and I beg for you to...
Love me, love me,
Say that you love me
Fool me, fool me,
Go on and fool me
Love me, love me,
Pretend that you love me
Leave me, leave me,
Just say that you need me
I can't care about anything but you...
Anything but you...
Love me, love me say that you love me
Fool me fool me,
Go on and fool me
Love me, love me
I know that you need me
I can't care about anything but you...

correria... depois tem mais!


Chegando, depois de resolver alguns probleminhas, na casa da minha avó, eis que ouço o toque do meu celular...
"oi Gilton, é o gugu... onde tu estás? já estou na FACI!"
Caramba! o relógio já marcava 15:52! e eu nem tinha almoçado...
corri pra FACI, pois havia marcado com meu amigo Hicso Augusto, vulgo gugu, para conversarmos sobre alguns projetos e parcerias!
Nos encontramos na Trat Odontomédica - uma loja de produtos odontológicos que abriu recentemente na esquina da FACI - aguardei enquanto a moça preparava o orçamento que ele havia solicitado! Fiquei admirando a beleza do local! anteriormente uma padaria antiga e com pouca higiene, agora, um ambiente moderno, refrigerado e confortável, com paredes branquinhas e atendimento de primeira! Até espantei quando uma das atendentes ofereceu-me água e outras bebidas (acho q café!)... agradeci e pedi-lhe água!

A gerente foi bem atenciosa e interessada na melhoria do atendimento e relacionamento com o cliente! Pediu sugestões de melhorias ... eu, como sempre intrometido, comentei o fato de o estabelecimento oferecer as condições de pagamento com 7% de desconto p/ pgto a vista e 5% p/ pgto em cheque ou cartão... podendo ainda ser dividido de 6 parcelas... então como bom cliente e consumidor (parabéns consumidores pelo dia 15 de março - dia do consumidor!) lembrei que uma boa parcela dos clientes são acadêmicos.. e , em sua maioria, desprovidos de recursos financeiros em abundancia (lisos) sugeri então um programa de fidelização de clientes através da oferta de uma porcentagem maior de descontas àqueles clientes que comprarem com maior frequencia e os que compram em maior quantidade (uma turma inteira, por exemplo)!


Depois de ver umas escovas estranhas e outros materiais, Hicso e eu fomos para a FACI, onde tivemos uma longa e proveitosa conversa!

Caramba! já eram 18:40! o tmepo passa depressa! então tive que cumprir com um dever importantíssimo em minha vida... estudar! saindo de lá, ainda encontrei a Amanda e o Felipe, que me falou dos acontecimentos da ordem, fui então até o ponto de onibus... estava chovendo, ja pasava das 22:30.. resolvi pegar um onibus que me levasse até a acasa da minha avó, de lá poderia até ter a sorte de pegar uma carona... chegando lá, decepção... o carro não estava!

Entrei, então minha avó lembrou-me que eu havia prometido sintonizar um cana específico na TV do quarto dela... sintonizar até qu eu consegui (depois de um bom tempo..) mas não consegui de jeito algum foi fixar a sintonia! deixei pra lá pq já estava muito tarde.. aproximava-se da meia noite! desci, tomei uma sopa e despedi do pessoal (muita gente... minha avó e minha tia somente! hehehe).

Preocupada com a segurança, minha avó me deu um trocadinho pro taxi... aceitei (não posso fazer desfeita pra ela, ne?!) e fui pra esquina... foi qndo passou um cidadão de "bike".. e não é que era o magro do Madruga - vendedor de guarana na frente da FACI !!!!!!

"Ei Gilton!!!! tu tá indo pra lá é? lá pra perto do setor? bora aqui na bike!"

é... aceitei a carona do madruga e nos aventuramos por esta "concrete jungle"... seguimos pela J. Bonifácio até a Gentil Bitencourt e descemos ladeira abaixo...

"Ê madruga, esse troço tem freio, né?"
"num esquenta, qualquer coisa a gente mete o pé!"

Putz... senti um frio na espinha!

mas enfim cheguei em casa!

tomei um banho... merecido e necessário!

assiti "Monk - um detetive diferente"



depois lembrei que tinha que ajustar um documento para entregar pela manha...
conversei com meu amor e relatei a minha sexta-feira!


o sol já está prósimo de nascer e ainda tenho q descansar um pouco!

o dia já está cheio...

- Corrigir o documento de acordo com o Código Civil e complementá-lo de acordo com as proposições do NPJ;
- as 12h tenho que estar na casa do PH pq de lá iremos buscar um ir. que está chegando do Amazonas
- 13h ja temos que estar no aeroporto para receber o ir.
- 14h tem reunião ... até as 19h!

se eu sobreviver....


apelo desesperado!

sing a song...after... eat a food!

Ontem, quinta-feira, no Palafita, fomos (meu amor e eu) assistir a apresentação da queridissima amiga Bárbara que estava fazendo apresentação juntamente com seu parceiro musical Bernardo.


Chegando lá, encontramos com o Serrin (irmão da binha) e sua girlfriend Camila acompanhados pelo affair do Bernardo (desculpa, esqueci o nome!).


A noite foi bem interessante... repertório bem diversificado! Lulu, Tim Maia, Los Hermanos, Mosaico de Ravena, Mahrco Monteiro, Marina, Marisa Monte e até SHAKIRA!!!! viu que legal!?!


De lá, dirigimo-nos ao "BIGAS" para comer uns kibinhos e tomar suquinhos.. hehehe!

Barbara e Bernardo
toda quarta, a partir das 22 no Red Bar e toda quinta a partir das 21 no Palafita.

CONTATO PARA SHOWS E EVENTOS:
91-8157 2030 / 3271 0451


salário mínimo

Como calcular o salário mínimo...

(Autor desconhecido, mas brilhante!)

Vendo toda esta discussão em torno do valor do salário mínimo, lembrei de uma velha história publicada no Pasquim, há uns 30 anos atrás, quando o Mario Henrique Simonsen decretou o valor do novo salário mínimo em Cr$76,80.

Pausa para explicações (para os que têm menos de 40 e fugiram das aulas de História):

1 - O Pasquim era o único jornal que debochava de tudo e de todos, em plena ditadura militar. Foi uma espécie de avô do Casseta e Planeta, só que numa época em que fazer piada do governo, em vez de dar audiência, dava cadeia. E eles faziam e tomavam pau na cadeia.

2 - Mario Henrique Simonsen era o Ministro da Fazenda. Uma espécie de Palocci, só que com muito mais poder.

3 - Cr$ (cruzeiros) era a moeda da época. É a única coisa igual aos dias de hoje: não valia nada, igual ao Real.

Bom, continuando a história:

Quando o salário mínimo foi decretado em Cr$76, 80, todo mundo se perguntava, porque este número cabalístico e não Cr$ 80,00, redondos. Ou, pelo menos, Cr$77,00.

O Pasquim então publicou uma capa, com uma charge do Simonsen, diante de um quadro negro cheio de cálculos, dizendo: "Vou explicar para vocês como foi definido o valor do salário mínimo (para os desinformados." Simonsen era um brilhante professor de economia). E, dentro, o jornal apresentava os cálculos:

Preço de um cafezinho: Cr$ 0,12
Preço de um pãozinho francês: Cr$ 0,04

Uma pessoa normal vive muito bem tomando um cafezinho e comendo um pãozinho (sem manteiga), quatro vezes por dia.

Portanto: (0,12 + 0,04) x 4 = Cr$ 0,64.

Uma família tem, em média, 4 pessoas. Logo: 0,64 x 4 = Cr$ 2,56.

O mês tem 30 dias (isto, até quem ganha salário mínimo sabe):

Assim: 2,56 x 30 = Cr$ 76,80! Logo, o salário mínimo tinha que ser de Cr$ 76,80. Nem mais, nem menos!

Será que esta "explicação" serviria para justificar os R$ 300,00 do salário mínimo de hoje?

Vejamos:

Preço de um cafezinho: R$ 0,70
Preço de um pãozinho francês: R$ 0,25
(0,70 + 0,25) x 4 refeições = R$ 3,80
R$ 3,80 x 4 pessoas= R$ 15,20
R$ 15,20 x 30 = R$ 456,00!

É... a conta não fechou. Bem, das duas uma: ou o cafezinho e o pãozinho francês estão muito caros, ou o salário esta muito baixo. Acho que vamos ter que pedir explicações ao Ministro Palocci sobre o salário de R$ 300,00.

Seria esta uma piada séria? Ou seria algo sério que se tornou uma piada?

(Colaboração enviada por leitor.)

Mulheres - Arnaldo Jabôr

O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê? O sujeito quer ficar famoso pra quê? O indivíduo malha, faz exercícios pra quê? A verdade é que é a mulher o objetivo do homem. Tudo que eu quis dizer é que o homem vive em função de você. Vivem e pensam ''em você o dia inteiro, a vida inteira.

Se você, mulher, não existisse, o mundo não teria ido pra frente. Homem algum iria fazer alguma coisa na vida para impressionar outro homem, para conquistar sujeito igual a ele, de bigode e tudo. Um mundo só de homens seria o grande erro da criação. Já dizia a velha frase que "atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher". O dito está envelhecido. Hoje eu diria que "na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher". É você, mulher, quem impulsiona o mundo. É você quem tem o poder, e não o homem. É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias. Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na frente de todos os homens. E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher. Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua. Só homens. Já pensou? Um casamento sem noiva? Um mundo sem sogras? Enfim, um mundo sem metas.

ALGUNS MOTIVOS PELOS QUAIS OS HOMENS GOSTAM TANTO DE MULHERES:

1- O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.

2- O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em nosso ombro, nosso peito.

3- A facilidade com a qual cabem em nossos braços.

4- O jeito que tem de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar perfeito.

5- Como são encantadoras quando comem.

6- Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.

7- Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus abaixo de zero lá fora.

8- Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e rabo-de-cavalo.

9- Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.

10- Como ficam lindas quando discutem.

11- O modo que tem de sempre encontrar a nossa mão.

12- O brilho nos olhos quando sorriem.

13- Ouvir a mensagem delas na secretária eletrônica logo depois de uma briga horrível.

14- O jeito que tem de dizer "Não vamos brigar mais, não.."

15- A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza.

16- O modo de nos beijarem quando dizemos "eu te amo".

17- Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.

18- O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.

19- O jeito de pedir desculpas por terem chorado por alguma bobagem.

20- O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.

21- O modo com que pedem perdão quando o tapa dói mesmo (embora jamais admitamos que doeu.)

22- O jeitinho de dizerem "estou com saudades".

23- As saudades que sentimos delas.

24- A maneira que suas lágrimas tem de nos fazer querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.

Amores mal resolvidos – Arnaldo Jabôr

Olhe para um lugar onde tenha muita gente: uma praia num domingo de 40º, uma estação de metrô, a rua principal do centro da cidade.
Metade deste povaréu sofre de dor de cotovelo!
Alguns trazem dores recentes, outros trazem uma dor de estimação, mas o certo é que grande parte desses rostos anônimos tem um amor mal resolvido, uma paixão que não se evaporou completamente, mesmo que já estejam em outra relação.
Por que isso acontece?
Tenho uma teoria, ainda que eu seja tudo, menos teórico no assunto.
Acho que as pessoas não gastam seu amor.
Isso mesmo!
Os amores que ficam nos assombrando não foram amores consumidos até o fim.
Você sabe, o amor acaba.
É mentira dizer que não.
Uns acabam cedo, outros levam 10 ou 20 anos para terminar, talvez até mais.
Mas um dia acaba e se transforma em outra coisa: lembranças, amizade, parceria, parentesco, e essa transição não é dolorida se o amor for devorado até o fim.
Dor de cotovelo é quando o amor é interrompido antes que se esgote.
O amor tem que ser vivenciado.
Platonismo funciona em novela, mas na vida real demanda muita energia sem falar do tempo que ninguém tem para esperar.
E tem que ser vivido em sua totalidade.
É preciso passar por todas as etapas:
atração-paixão-amor-convivência-amizade-tédio-fim.
Como já foi dito, este trajeto do amor pode ser percorrido em algumas semanas ou durar muitos anos, mas é importante que transcorra de ponta a ponta, senão sobra lugar para fantasias, idealizações, enfim, tudo aquilo que nos empaca a vida e nos impede de estarmos abertos para novos amores.
Se o amor foi interrompido sem ter atingido o fundo do pote, ficamos imaginando as múltiplas possibilidades de continuidade, tudo o que a gente poderia ter dito e não disse, feito e não fez.
Gaste seu amor.
Usufrua-o até o fim. Enfrente os bons e maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize.
Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade.
Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo.
Isso é que libera a gente para ser feliz novamente!

☞Novinho em folha.. ou será em bytes?

Agora sim poderei postar com mais freqüencia!
não conheço perfeitaente o funicionamento do sistema do blogspot, mas com o tempo a gente se acostuma!
então.. sejam todos bem vindos!

um forte abraço.

Gilton Paiva